Com história dos irmãos Antetokounmpo, Disney+ exalta entrega esportiva da plataforma

Filme "Rise" estreará com exclusividade no serviço de streaming no dia 24 de junho

junho 10, 2022

“O Disney+ também é sobre esporte”. A partir deste mote, a plataforma de streaming do Grupo Disney anunciou que no próximo dia 24 de junho estreia sua produção original “Rise”.

Com o conteúdo, o Disney+ exalta sua frente esportiva dentro da plataforma, acompanhando o outro serviço de streaming do Grupo Disney, o Star+, que possui uma forte entrega de transmissões e originais esportivos.

Exclusivo na plataforma, “Rise” acompanha a história real da família Antetokounmpo, que criou o primeiro trio de irmãos a se tornar campeão da NBA (Giannis, Thanasis e Kostas). Os dois primeiros chegaram ao título com o Milwaukee Bucks, enquanto o terceiro levantou o troféu com o Los Angeles Lakers.

O público nunca viu uma história como a dos Antetokounmpos. Após emigrarem da Nigéria para a Grécia, Charles e Vera Antetokounmpo lutaram para sobreviver e sustentar seus cinco filhos, enquanto viviam sob ameaça diária de deportação. Com o filho mais velho ainda na Nigéria, o casal estava desesperado para obter a cidadania grega. No entanto, se viu minado por um sistema que o bloqueava a cada tentativa.

Quando não estavam vendendo artigos para turistas nas ruas com o restante da família, os irmãos – Giannis e Thanasis – jogavam basquete com um time juvenil, mas encontravam muitas dificuldades. Ingressando tarde no esporte, eles descobriram suas grandes habilidades na quadra de basquete e se esforçaram muito para se tornaram atletas de alto nível, ao lado do irmão Kostas.

“Rise” conta com Dayo Okeniyi e Yetide Badaki como Charles e Vera Antetokounmpo e com Uche Agada, Ral Agada e Jaden Osimuwa como Giannis, Thanasis e Kostas respectivamente. O elenco é ainda composto por Manish Dayal e Taylor Nichols. Realizado por Akin Omotoso (“Vaya”), o filme tem argumento de Arash Amel (“A Private War”) e produção de Bernie Goldmann (“300”). Giannis Antetokounmpo e Douglas S. Jones colaboraram enquanto produtores executivos.